Hard ClubHard Club

OUTUBRO NO HARD CLUB

01-10-2018

Marky Ramone faz as honras de abertura da programação de outubro no Hard Club. O antigo baterista dos Ramones vem tocar os clássicos da mítica banda na companhia do guitarrista Greg Hetson, ex-Bad Religion e fundador dos Circle Jerks. O concerto, com selo da Hell Xis Agency e inserido no Warm Up do Lisbon Tattoo Rock Fest 2018, acontece no dia 11.

No dia seguinte, a 12 de outubro, os portugueses We Bless This Mess sobem ao palco do Hard Club para apresentar o novo álbum "Awareness Songs and Side Stories". Como convidados especiais, numa celebração conjunta, trazem Ducking Punches (Dan Allen desta vez não vem sozinho!) e Arms & Hearts.

No dia 13, The Soft Moon, o projeto liderado pelo multi-instrumentista Luís Vasquez, chega para apresentar o seu mais recente disco de estúdio, "Criminal", que carrega um som desagregador resultante dos auto-conflitos criados na sua mente. Consequentemente é o trabalho mais auto-reflexivo do artista até à data e o primeiro na conceituada casa Sacred Bones.

No mesmo dia, o Hard Club é palco do Brands Like Bands, o único Festival de Bandas de Empresas do Mundo, onde vários músicos vão mostrar que, apesar dos seus compromissos profissionais e pessoais, nunca deixaram as suas aspirações musicais de lado. As receitas de bilheteira revertem para a associação Corações com Coroa.

Cantor, compositor e multi-instrumentista australiano, Xavier Rudd passa pelo Hard Club no dia 15 de outubro para apresentar o novo álbum de estúdio, “Storm Boy”.

Muito aguardada em terras lusas, Anna Calvi chega ao Hard Club no dia 19. A cantora e compositora britânica, a quem Brian Eno se referiu como «a melhor coisa que aconteceu a seguir a Patti Smith», vem apresentar "Hunter", o novo álbum lançado em agosto.

O rock progressivo dos Genesis adaptado ao jazz com um toque de flamenco e de bossa nova, resulta numa mistura musical rítmica espectacular. Jaume Vilaseca Quartet & Mar - JAZZNESIS – sobem ao palco do Hard Club na quinta-feira, 25.

No dia 26, vai estar tudo a postos para receber Ice Age. Os dinamarqueses lançaram em maio o quarto álbum de uma discografia interrompida em 2014. "A New Brigade" de 2011, "You’re Nothing" de 2013 e "Plowing Into the Field of Love", o conjunto de salmos finais antes da partida para terras dos Marching, juntam-se agora na sequência temporal de lançamentos, que tem em "Beyondless" capítulo seguinte. Na mesma noite, o cantor, compositor e multi-instrumentista norte-americano Kurt Vile também estará no Hard Club, acompanhado da sua banda, The Violators.

A próxima #EnchufadaNaZona vai acontecer no Porto, no dia 27, numa maratona de 10 horas de electrónica ao vivo que arranca no Hard Club. A festa terá como destaque a atuação de Branko, com uma nova performance audiovisual, numa noite que contará com DJ sets de Dino D’Santiago, iZeme, PEDRO, Rastronaut e Progressivu.

Na mesma noite, os Yob sobem ao palco do Hard Club para apresentar "Our Raw Heart", disco que surge como grito da fénix para Mike Scheidt, mentor do trio norte-americano, após um período conturbado de doença física.

A digressão europeia dos Unknown Mortal Orchestra passa pelo Hard Club a 29 de outubro para um concerto muito aguardado. A banda neozelandesa liderada por Ruban Nielson vai fazer-se acompanhar do mais recente álbum de originais “Sex & Food”.

Outubro termina com Stoned Jesus, no dia 31. Entre temas consagrados do seu reportório, o trio ucraniano vem apresentar o novo álbum "Pilgrims" numa performance que se espera cósmica, psicadélica, pesada e com as suas habituais melodias espaciais.




top